Mark Kelly e Keziah Jones viajam juntos para uma dobradinha nunca vista nos palcos brasileiros. Um é inglês e o outro nigeriano. Ambos têm a marca do carisma em sua música de vanguarda. Jones ficou conhecido mundialmente pelo seu afro-funk-futurista. Já Kelly passeia entre soul e o reggae em um show intimista e performático. Keziah Jones e Mark Kelly participam do Festival Nômade, dia 26 de abril, em Belo Horizonte. No dia 28, eles fazem show no Bourbon Street Clube. Keziah se apresenta sozinho, já Mark é acompanhando por um duo de baterias.

Mark Kelly “Oh My God”:

Keziah Jones “Lunar”:

Keziah Jones veio pela primeira vez ao Brasil em 2013 como artista principal do Festival Back 2 Black, voltou em turnê no ano passado e, recentemente, participou do Carnaval de rua carioca, com show no tradicional bloco Boitatá. Conhecido por seu virtuosismo, Keziah domina a guitarra em um misto de dedilhados e percussão embalados por cânticos melódicos, presenteando seu público com uma sonoridade hibrida irresistível.

Dono de um estilo singular, Jones criou seu próprio gênero musical, o “Blufunk” que une o funk ao blues por meio da técnica de Slapping. Estabeleceu-se na cena internacional como um blues-man cosmopolita, um tipo de músico-filósofo. Com o single “Rhythm is love” conquistou notoriedade mundial influenciado pela personalidade política e moral do nigeriano Fela Kuti. Seu som é energizante e faz com que todos vibrem a cada riff de guitarra!

As origens inglesas de Mark Kelly explica seu charmoso sotaque britânico. Vocalista das bandas “The Passengers” e “Innacrisi”, é também compositor e um grande artista de palco, performático e carismático. Seu estilo musical passeia por entre o rock , o folk, o soul e o reggae. Sua voz seduz o público com canções tranquilamente preocupantes, lançadas em dois álbuns Nothing is Perfect (201) e The Old Day (2014). Ambos gravados em casa, de forma independente e livre de pressões externas.

Mark começou como baixista, aos 20 anos aprendeu violão e um ano depois a compor. Sua mudança para Suíça, à principio só para férias, marcou o começo do sucesso (Montreux Jazz Festival, Caribana Festival, Paleo Festival e outros). Hoje, ele é considerado com um dos melhores artistas da cena no país. A partir de então, fez shows na França e na Inglaterra, destacando-se em Duffy, Ayo, Patrice, Yodelice e Neka. Ganhou vários prêmios como o “Orange new talent tour contest” e o “Best Male Performance” no programa da TV inglesa “Balcony TV”.

Serviço

Festival Nômade – Gratuito
Parque Municipal Américo Renné Giannetti
26 de Abril de 2015
18h as 00hs

Bourbon Street
Rua Dos Chanés, 127 – Moema – SP
28 de abril de 2015
Horário: 21h00 (show Mark Kelly)
22h30 (show Keziah Jones)
Abertura da casa: 20h.
Duração: 80 min. aproximadamente
CouvertArtistico: R$ 55,00 (1º lote) / R$65,00 (2º lote) / R$75,00 (3º lote) / R$85,00 (porta)
Censura: 18 anos e 16 anos acompanhado de responsável
Capacidade: 400 pessoas
Estacionamento/ Valet: R$ 25,00
Aceita todos os cartões de débito e crédito.
Acesso para deficientes.
Ar condicionado.
Wi-fi ( solicitar senha na casa)
Venda também pela Ingresso rápido – 11 4003 1212 – www.ingressorapido.com.br
Bilheteria Bourbon Street: Rua dos Chanés 194 – de 2ªf.a 6ª.f das 9h às 20h, sábado e feriado das 14h às 20h // Fone para reserva: (11) 5095-6100 (Seg. a sexta) das 10h às 18h
Homepage: http://www.bourbonstreet.com.br/

Assessoria de imprensa Bourbon Street Music Club
Maria Inês Costa [email protected]
11 99237-8666 / 3277-8763

Assessoria de imprensa:
Vivien Drumond [email protected]
(21) 98756-774 / (21) 3176-2188

Realização:
Green Go Agency – [email protected]

Leave a Reply