O que mudou desde a estreia do SuperStar?

Professores do SINDMUS
3 de julho de 2015
Yamaha Music School – Estude Música
3 de julho de 2015

O que mudou desde a estreia do SuperStar?

Como será que o SuperStar alterou a rotina dos músicos que participam da competição? Um integrante de cada banda  conta em vídeo como a disputa no reality está mudando a história e carreira do grupo. Assista!

Para Gustavo, vocalista da Scalene, a atração comandada por Fernanda Lima  oferece a oportunidade para a banda mostrar autenticidade: “O SuperStar está nos dando a oportunidade de tocar o nosso som, e ser quem a gente é”. Já Orelha, da Lucas e Orelha, vê o programa como uma chance para mostrar a qualidade do som do grupo: “Está jogando a gente lá em cima, pra gente mostrar o nosso melhor”.

Rômulo Pacífico, guitarrista da Versalle , destaca a fama:“Antigamente, a gente era anônimo dentro da nossa própria cidade, que é pequena. E agora a gente é o ícone da cidade”. Amanda, da Devir, fala sobre a importância do grupo estar em destaque com pouco tempo de estrada: “Nossa banda é muito nova, só tem 7 meses, e a gente se lançou no SuperStar”.

“Está sendo uma grande escola, além de nos dar a chance de mostrar o nosso trabalho pro grande público brasileiro”, destaca Régis, vocalista da Serial Funkers. Já Os Gonzaga, após o programa, começou a tocar em lugares que nunca tinham ido.  E Opai BigBig Madiba tem certeza que, depois do SuperStar, a história da Dois Africanos não será mais a mesma: “Vai ser impossível falar da nossa carreira sem falar do SuperStar. Da África para o Brasil, agora é do Brasil para o mundo”.

Baixe aqui o aplicativo do Gshow para iOS (iPhone e iPad)

Baixe aqui o aplicativo do Gshow para Android

Curta a página oficial SuperStar e siga @SuperStarGshow!

Fonte: Rede Globo