Reggada Café – Apresenta: Forregada

Dere rere reeeeeee, derere re, dere re ireeeee
Dere rere reeeeeee, derere re, dere re ooooooo

O Sol já vai se pondo
A noite já vem caindo
Vamos todos pro forró
Que a poeira tá subindo

O Tio doido tá dançando
Bem no meio do salão

E a galera se rasgando
Se quebrando até o chão

O violeiro manda o som
O trianguista vai seguindo
O zabumbeiro tá estralando
É o forró que tá surgindo

Dere rere reeeeeee, derere re, dere re ireeeee
Dere rere reeeeeee, derere re, dere re ooooooo

A noite já chegou
O som começa estralar
Muita gente tá dançando
E ouro procurando um par

Menina forrozeira
Nunca para de dançar
No balnço do forró
Até o dia clarear

O violeiro manda o som
O baixista vai seguindo
A percussão tá estralando
É o reggada ai surgindo

Dere rere reeeeeee, derere re, dere re ireeeee
Dere rere reeeeeee, derere re, dere re ooooooo